segunda-feira, 4 de maio de 2015

Glorificação Merecida

"Um deles, quando viu que estava curado, voltou, louvando a Deus em alta voz. Prostrou-se aos pés de Jesus e lhe agradeceu. Este era samaritano." (Lucas 17:15-16)

Lembro-me da primeira vez que eu disse "Glória a Deus!" Pareceu-me uma frase muito estranha. Todos os meus amigos cristãos diziam isso e eu pensei: Vou dizer também agora. Pensei antes de dizer. Depois de haver dito, pareceu-me bom. Então disse outra vez. É maravilhoso quando "Glória a Deus" flui facilmente dos nossos lábios.

Na verdade, isso é o que você foi criado para fazer. Foi criado para dar glória a Deus. É o mais nobre uso das cordas vocais, da voz, dos lábios. Deus quer ouvir você dar-Lhe glória. Precisamos dar a Deus o que Ele merece, que é a glorificação. O Salmo 29:2 nos diz: "Atribuam ao Senhor a glória que o seu nome merece; adorem ao Senhor no esplendor do seu santuário".

Mesmo assim, muitíssimas vezes somos como os 10 homens que sofriam de lepra e pediram em voz alta que Jesus interviesse. Ele generosamente ouviu a oração deles e curou a todos de sua temida doença. Mas só um voltou para agradecer-Lhe. Jesus disse em resposta: "Não foram purificados todos os dez? Onde estão os outros nove?" (Lucas 17:17).

Muitas vezes somos rápidos para pedir socorro a Deus em tempos de dificuldade, mas lentos para agradecer-Lhe quando Ele intervém em nosso favor. Ao fazer isso, é como se disséssemos: "Valeu, Deus. Te vejo na próxima dificuldade". Quando os homens leprosos viram Jesus, clamaram em voz alta pelo Seu toque. Mas só um voltou para agradecer-Lhe em voz alta (ver Lucas 17:15-16).

Devemos devotar-nos tanto a glorificar a Deus quanto nos devotamos a pedir-Lhe socorro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário