quarta-feira, 1 de abril de 2015

Pessoas Alcançando Pessoas

"Assim, mandei buscar-te imediatamente, e foi bom que tenhas vindo. Agora estamos todos aqui na presença de Deus, para ouvir tudo que o Senhor te mandou dizer-nos." (Atos 10:33)

Atos 10 registra a história de um homem chamado Cornélio, um centurião que vivia na Cesareia. A Cesareia era um posto avançado de Roma em Israel, assim batizada em homenagem a César. Como oficial militar romano que comandava um grupo de 100 soldados, Cornélio aprendera a cultuar os deuses romanos, que vinham principalmente da Grécia, que havia sido conquistada por Roma. Ele também devia ter aprendido a cultuar César como deus. Entretanto, esse culto aparentemente deixou Cornélio sentindo-se vazio.

Estando cercado sempre do povo judeu, talvez tenha pensado: "Olha, acho que eles estão cultuando o Deus verdadeiro". Então começou a doar dinheiro aos pobres e começou a orar para o Deus de Israel. Mesmo sendo um não-judeu, ele chamava pelo Deus deles. Deus revela-se a quem busca verdadeiramente (veja Jeremias 29:13), e como Cornélio buscou de verdade a Deus, Ele mandou-lhe um anjo dizer-lhe que mandasse chamar Pedro, que teria uma mensagem para ele.

Mas o anjo não foi direto ao ponto dizendo: "Ô Cornélio! Você precisa acreditar em Jesus, que morreu e depois ressuscitou".
- Por que não passar-lhe o evangelho ali mesmo, na hora?
Porque o principal modo com que Deus alcança pessoas é através de outras pessoas. Romanos 10:14 diz: "Como, pois, invocarão aquele em quem não creram? E como crerão naquele de quem não ouviram falar? E como ouvirão, se não houver quem pregue?"

Pedro era o sujeito que Deus queria usar para alcançar Cornélio. Deus queria que Cornélio fosse salvo e queria também usar a conversão de Cornélio (um gentio) para abrir os olhos de Pedro para o fato de que há um mundão de pessoas que precisa ouvir o evangelho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário