segunda-feira, 16 de fevereiro de 2015

Vale o Risco

"Depois de orarem, tremeu o lugar em que estavam reunidos; todos ficaram cheios do Espírito Santo e anunciavam corajosamente a palavra de Deus." (Atos 4:31)

Às vezes só damos um passo de fé se houver um plano B, se houver uma rede de segurança.
É claro que em tudo se deve ter cuidado, cautela e até deve-se buscar conselho daqueles que viveram mais do que nós. Mas, deve-se deixar também lugar para a fé. Lugar para aventurar-se, para correr riscos. 

À medida que envelhecemos, ficamos menos dispostos a fazer isso. Queremos tudo bem esclarecido, bem definido. Queremos saber o que vai acontecer depois disso e depois daquilo. Mas, às vezes Deus diz: "Não vou lhe dizer. Quero que você simplesmente obedeça." É por isso que eu prefiro tentar e fracassar em vez de nunca tentar. E se você tentar e no fim fracassar, aprenderá algo com o fracasso. Eu me arriscaria a dizer que toda pessoa de sucesso no ministério cristão, nos negócios ou em qualquer outro empreendimento, teve muitos fracassos e aprendeu algo com cada um deles. Como diz o ditado: "Chega-se à porta do sucesso pelo corredor do fracasso". Então, se você não tiver sucesso de primeira, sossegue. Você é como todos nós.

Então, arrisque-se e faça algo para Deus. Se você anda pensando em começar um pequeno estudo bíblico no trabalho mas não sabe se alguém vai aparecer, vá fundo. Se anda pensando em compartilhar o evangelho com alguém mas não sabe como esse alguém irá reagir, vá em frente. Tente. Ore sobre isso. Peça orientação ao Senhor, mas corra o risco. Arrisque-se e veja o que Deus faz.

Nenhum comentário:

Postar um comentário