segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015

A Igreja e os Novos Crentes

"O generoso prosperará; quem dá alívio aos outros, alívio receberá." (Provérbios 11:25)

Lembro-me da primeira vez que levamos a nossa neta Stela para a Disney. É muito divertido ir a Disney com as crianças. Quando se vai com adultos, não é a mesma coisa.
Nós, adultos, temos a tendência de começar a reclamar logo de cara. Reclamamos das filas muito longas, que estamos cansados, ou que está muito quente. Como adultos, vemos as coisas de forma diferente. Mas quando você vai para a Disney com uma criança, tudo muda. Você passa a ver as coisas através dos olhos dela.

É a mesma coisa quando você passa um tempo com novos crentes e os vê descobrir, pela primeira vez, o que significa conhecer Jesus. Isso pode reaviva-lo. A Bíblia nos diz que "quem dá alívio aos outros, alívio receberá " (Provérbios 11:25). Passar um tempo com novos crentes vai reabastecê-lo em sua caminhada com Cristo.

A igreja primitiva tinha novos crentes chegando constantemente e hoje também precisamos deles. Como pastor não peço desculpas por enfatizar a Bíblia, pela adoração, pelo discipulado, por ajudar pessoas que estão em necessidade e por pregar o evangelho. Esta é a maneira que Deus quer que a igreja seja.

A igreja primitiva tinha um crescimento regular e mesmo diário. Sua evangelização não era uma coisa ocasional ou esporádica; era algo que acontecia o tempo todo. Eles estavam envolvidos na evangelização contínua. É isso que cada igreja deveria fazer. Toda semana, devemos dar às pessoas uma oportunidade para vir a Cristo, não apenas fazendo um evento periódico aqui e ali.

Mostre-me uma igreja que não tem um fluxo constante de novos crentes entrando, e eu lhe mostrarei uma igreja estagnada. A igreja precisa de novos crentes para lembrá-la de seu significado. E os novos crentes precisam da igreja para estabilizá-los.

Nenhum comentário:

Postar um comentário