sexta-feira, 5 de dezembro de 2014

Deve-se Ajudar o Espírito Santo?

"Quando ele vier, convencerá o mundo do pecado, da justiça e do juízo." (João 16:8)

Quando conhecemos pessoas não crentes, obviamente desejamos trazê-las para a fé em Cristo. 

No entanto, como elas vivem suas vidas quebrando as leis de Deus de todas as maneiras, vemos que elas parecem não ter nenhum sentimento de culpa, remorso e tampouco nenhuma ciência de que estão envolvidas em infrações. Por isso, nos esforçamos para ajudar o Espírito Santo na tentativa de trazê-las para a vida. 

As mães são especialmente eficazes nesta área. Mesmo que você não tivesse feito nada de errado, bastava um olhar da sua mãe, para você saber que tinha que confessar algo.
É uma habilidade única que as mães têm. 

Jesus, falando do Espírito Santo, disse: "Quando ele vier, convencerá o mundo do pecado, da justiça e do juízo. Do pecado, porque os homens não crêem em mim" (João 16: 8-9). 

O Espírito Santo não age somente para convencer-nos de certos pecados. Ele age para chegar à raiz dos nossos problemas: o próprio pecado. 

O pior pecado que podemos cometer é o pecado de não crer em Jesus Cristo. Isto é o que será, em última instância, o critério para o julgamento. Quando estivermos diante de Deus, a ênfase não vai ser sobre pecados, mas sobre a aceitação de Seu Filho. 

Portanto, temos que ser cuidadosos no zelo para alcançar pessoas que não conhecemos para Cristo. Não devemos atrapalhar a obra do Espírito Santo, pois, sem saber, podemos afastar os incrédulos para mais longe ainda.
Devemos deixar o Espírito Santo fazer a Sua obra à Sua maneira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário