terça-feira, 25 de novembro de 2014

Sempre em Marcha

"Todavia, não me importo, nem considero a minha vida de valor algum para mim mesmo, se tão-somente puder terminar a corrida e completar o ministério que o Senhor Jesus me confiou, para dar testemunho da graça de Deus." (Atos 20:24)

Imagine que você esteja numa corrida de um total de dez voltas. E que você esteja em primeiro lugar faltando apenas uma volta pra terminar. Não só você está em primeiro lugar, como também está prestes a vencer a competição. 

Então, quando você entra na décima volta, pensa: "Qual é o sentido disso? Obviamente serei o vencedor. Vou para casa." 

Adivinhe? Você não obtém o primeiro lugar, nem o segundo, nem tampouco uma menção honrosa. Você não ganha uma medalha de ouro, de prata ou de bronze. Você é desclassificado porque não terminou a corrida. 

Da mesma forma, não é suficiente nos darmos bem nos primeiros cinco ou nos próximos 20 anos de vida cristã. Temos que necessariamente atravessar a linha de chegada. 

É por isso que o apóstolo Paulo, quando estava deixando os anciãos de Éfeso, disse em seu discurso de partida: "Todavia, não me importo, nem considero a minha vida de valor algum para mim mesmo, se tão-somente puder terminar a corrida e completar o ministério que o Senhor Jesus me confiou, para dar testemunho da graça de Deus" (Atos 20:24). 

Isso é o que todos deveríamos buscar. O apóstolo Paulo queria ganhar a corrida espiritual. 

Devemos querer ganhá-la também. E é por isso que este não é o momento de recuar. É hora de pegar ritmo e continuar marchando.

Nenhum comentário:

Postar um comentário