quarta-feira, 13 de agosto de 2014

Para Um Casamento Prosperar

"Do mesmo modo vocês, maridos, sejam sábios no convívio com suas mulheres e tratem-nas com honra, como parte mais frágil e co-herdeiras do dom da graça da vida, de forma que não sejam interrompidas as suas orações." (1 Pedro 3:7)

Tudo no relacionamento conjugal está interligado. Se o seu casamento não está saudável, então o seu relacionamento com Deus irá sofrer.

O apóstolo Pedro diz aos maridos para serem sábios no convívio com suas esposas (ver 1 Pedro 3:7). "Ser sábio no convívio" significa que os maridos devem estar alinhados com suas esposas em pensamentos, objetivos, planos e esforços.

Em essência, Pedro diz aos maridos que, se não tratarem as suas esposas com entendimento, suas orações serão interrompidas (ver versículo 7).

Este é o mesmo princípio que Jesus deu quando disse: "Portanto, se você estiver apresentando sua oferta diante do altar e ali se lembrar de que seu irmão tem algo contra você, deixe sua oferta ali, diante do altar, e vá primeiro reconciliar-se com seu irmão; depois volte e apresente sua oferta." (Mateus 5:23-24).

A nossa comunhão uns com os outros é tão importante para Deus que Ele não aceitará nossa adoração se conscientemente deixarmos de buscar reconciliação com um irmão ou irmã.

Uma boa regra é nunca ir dormir zangado um com o outro. De alguma forma, você precisa encontrar uma maneira de fazer as pazes. Certa vez eu ouvi de um casal que decidiu colocar em prática as Escrituras: "Apaziguem a sua ira antes que o sol se ponha" (Efésios 4:26). Por trinta anos de casamento eles praticaram este princípio. Alguém então perguntou-lhes: "E como foi que funcionou?" O marido respondeu: "Bem, foi um pouco difícil ficar sentado a noite toda."
Acho que eles não entenderam direito o versículo...

A moral da história é que o seu relacionamento com Deus e com o seu cônjuge irá prosperar - e não apenas sobreviver - se vocês fizerem as pazes e não deixarem o Sol se pôr enquanto vocês ainda estiverem zangados um com o outro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário