segunda-feira, 14 de julho de 2014

Uma Couraça de Isopor

"Assim, mantenham-se firmes, cingindo-se com o cinto da verdade, vestindo a couraça da justiça" (Efésios 6:14)

Entre os itens da lista do apóstolo Paulo sobre a armadura de Deus, está a couraça da justiça. O objetivo principal da armadura são os órgãos vitais. No campo de batalha romano, esse era o ponto onde o inimigo normalmente atacava e, por isso, a couraça protegia essa importante área.

Da mesma forma, Satanás vai atacar nesta área porque um golpe bem colocado ali pode ser fatal. Quando pecamos, estamos muito vulneráveis porque o diabo vem até nós e diz: "Você pecou. Você não é digno do perdão de Deus, não é digno de Suas bênçãos. Deus não vai ouvir as suas orações. Você é um hipócrita."

O que você vai dizer quando esse dia chegar? Nós todos pecamos e falhamos. Vamos todos ficar aquém do padrão divino. A Bíblia nos diz: "Se dissermos que não temos pecado, enganamos a nós mesmo, e a verdade não está em nós " (1 João 1:8).

O que você vai dizer neste dia? Você vai se vangloriar dos versículos bíblicos que memorizou ou das pessoas que levou para o Senhor, ou da frequência com que foi à igreja?

Se você confiar no que fez, é culpado de auto-justiça. É culpado porque acredita que, de alguma forma, merece a bênção de Deus por causa de todas as coisas que fez. Se essa for a sua atitude, você tem uma couraça de isopor. Um golpe da espada do inimigo vai cortá-la em pedaços e deixá-lo aberto e exposto.

Quando você peca e o inimigo lhe condena e lhe acusa, não se orgulhe de tudo o que tem feito para Deus. Em vez disso, gabe-se de tudo o que Deus tem feito por você. Esta é a verdadeira couraça da justiça.

Nenhum comentário:

Postar um comentário