terça-feira, 15 de julho de 2014

Os Calçados Corretos

"Assim, mantenham-se firmes, cingindo-se com o cinto da verdade, vestindo a couraça da justiça e tendo os pés calçados com a prontidão do evangelho da paz." (Efésios 6:14-15)

Não importa o quanto a armadura de um soldado romano era forte, ou quão firme estava seu cinto se o soldado escorregasse e caísse. Paulo, na sua lista de itens de batalha divinos, cita: "tendo os pés calçados com a prontidão do evangelho da paz."

A sandália romana era somente uma sola amarrada firmemente aos pés com tiras. Na parte de baixo da sola eram colocados pregos ou tachões para dar maior aderência e prevenir escorregões. Seria algo como usar chuteiras.

Esses calçados também davam proteção, porque uma das táticas mais comuns nas batalhas dos tempos antigos era colocar pequenas lanças de madeira afiadas no chão, com pontas, em um certo ângulo. Se um soldado viesse e não estivesse calçando proteção adequeada, ficaria ferido e provavelmente morreria de infecção.

Ou seja: mesmo vestindo sua forte armadura e tendo sua espada e escudo de prontidão, poderia morrer por ter cortado o pé. Estar devidamente calçado portanto, era algo de enorme importância.

Então, quando Paulo diz "tenham os pés calçados", ele está dizendo para nos equiparmos adequadamente e de forma completa. Isso não irá somente nos proteger das táticas do inimigo, mas também nos permitirá continuar caminhando.

O inimigo adoraria que você perdesse um pouco do terreno que conquistou como Cristão. Ele vai tentar fazer de tudo para que você escorregue e perca a sua passada, pois sabe que isso é o começo do fim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário