segunda-feira, 30 de junho de 2014

Temente a Deus

"Não há temor de Deus diante de seus olhos." (Romanos 3:18)

Acho que houve um momento na história em que Deus foi mal interpretado como um ser divino que lançou raios do céu sobre as pessoas que o desobedeciam. Ouvimos referências depreciativas quanto à pregação sobre o fogo e o enxofre.

Mas não acho que esse seja o problema nos dias de hoje. Não ouvimos muito sobre pregadores dando mensagens sobre fogo e enxofre. O que ouvimos atualmente são somente mensagens sobre como podemos ser bem sucedidos, sobre como Deus nos fará prosperar e coisas desse tipo.
Mas é raro ouvir falar de um Deus santo que quer que nos arrependamos de nossos pecados e andemos com Ele. Isso não é muito popular, não é mesmo?.

De uma certa forma, acho que muitas pessoas têm desenvolvido um novo Deus, um todo-amoroso, um ser benigno pairando lá em cima no universo. Se esse é o seu Deus, sinto muito em lhe dizer: esse não é o Deus da Bíblia. Esse é um deus de sua própria criação.

Sem dúvida, o verdadeiro Deus é um Deus de amor que te ama profundamente. Mas o verdadeiro Deus é santo. Não só devemos amar a Deus, mas devemos também temê-Lo.

O que quero dizer com "temer a Deus" não é necessariamente ter medo dele. É ter respeito por Deus, uma reverência por Ele. Uma das melhores traduções deste termo é: "Um benéfico temor em desagradar a Deus." Acho que isso falta na vida de muitas pessoas hoje em dia, e, infelizmente, até mesmo na vida das pessoas da igreja.

Embora seja verdade que um dia estaremos diante de um Deus de amor, também é verdade que estaremos diante de um Deus santo. Por isso precisamos temer a Deus.

Nenhum comentário:

Postar um comentário