segunda-feira, 26 de maio de 2014

O Mito da Rejeição

"Os chefes dos sacerdotes e todo o Sinédrio estavam procurando um depoimento falso contra Jesus, para que pudessem condená-lo à morte." (Mateus 26:59)

- Qual o motivo para os líderes religiosos do tempo de Jesus serem tão impiedosos ao ponto de prendê-Lo e levá-Lo à morte de forma tão severa? Onde estava a compaixão deles? Onde estava seu senso de justiça?

Mesmo que não O aceitassem como o Messias, o que estava por trás de tudo aquilo? Porque eles quiseram uma execução tão rápida?

Se pegarmos essa questão e ampliar o seu foco às mesmas pessoas que rejeitam Jesus Cristo hoje em dia sem nem mesmo parar para entender o que Ele pregou, podemos perguntar:

- Por que as pessoas rejeitam a revelação das Escrituras, quando na maioria dos casos nunca dedicaram sequer um tempo para lê-las por si mesmas? Por que essas pessoas se recusam a ouvir pelo menos um pouco a mensagem do Evangelho?

Jesus disse: "Este é o julgamento: a luz veio ao mundo, mas os homens amaram as trevas, e não a luz, porque as suas obras eram más." (João 3:19)

Talvez alguém possa dizer: "Não sou cristão porque não concordo com isso ou tenho problemas com aquilo".
De acordo com Jesus, a real razão é que suas atitudes são más. Eles não querem chegar à luz, onde suas obras serão expostas. Todo o resto nada mais é do que desculpa esfarrapada.

Isso não quer dizer que tais pessoas não possam ter dúvidas legítimas a esclarecer, nem tampouco que pessoas não têm lutas com algumas dessas verdades.

Isso quer dizer apenas, que quando as pessoas realmente buscam a Deus e têm respostas às suas perguntas, elas passam a crer.

Nenhum comentário:

Postar um comentário