terça-feira, 27 de maio de 2014

Más Companhias

"Aí ele começou a se amaldiçoar e a jurar: 'Não conheço esse homem!' Imediatamente um galo cantou." (Mateus 26:74)

A negação de Pedro a Jesus não aconteceu durante um período de segundos ou minutos, mas ao longo de um período de horas. Desde que a primeira pessoa disse "Você foi um dos que estavam com Jesus, o Galileu," e o momento em que Pedro fez sua segunda negação, uma hora se passou. Ele teve ampla oportunidade de mudar sua atitude, mas permaneceu nessa situação.

Isso deve lembrar-nos de que nenhuma pessoa está a salvo da tentação, exceto aquela que dela foge. Pedro, depois de ter sido advertido por Jesus, deveria ter evitado qualquer lugar onde pudesse ser tentado. Ele definitivamente deveria ter evitado todos os galos.

Eu teria dito: "Há algum galo aqui? Porque estou saindo, se houver. O Senhor mencionou um galo."

Grandes homens e mulheres de Deus, têm se complicado quando baixam a sua guarda e, dessa maneira, deixam-se arrastar pelo pecado.

Pessoas como Salomão, Sansão e Davi, descobriram isto pelo modo mais difícil. Você acha que somos melhores do que eles? Será que estamos espiritualmente  mais protegidos do que eles estavam?
Sinceramente, acho que não!

Se alguém como Simão Pedro foi capaz de cair, certamente nós também somos. 1 Coríntios 15:33 nos diz: "As más companhias corrompem os bons costumes." Pedro estava cercado de pessoas que o afundavam espiritualmente.

Você está em uma situação semelhante atualmente? Já manteve relacionamentos nos quais as pessoas lhe afundam? Um romance, uma estreita amizade? Casos em que você acaba comprometendo os seus princípios para se adaptar às situações e não ofender ninguém?

Talvez você precise repensar quem são os seus amigos. Talvez você precise fazer algumas mudanças imediatas nos seus relacionamentos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário