quarta-feira, 9 de abril de 2014

Dinamite Divina

"Pois Cristo não me enviou para batizar, mas para pregar o evangelho, não com palavras de sabedoria humana, para que a cruz de Cristo não seja esvaziada. [...]" (1 Coríntios 1:17)

Há uma força explosiva na mensagem do evangelho, pois Paulo diz: "é o poder de Deus para a salvação de todo aquele que crê." (Romanos 1:16).

A palavra "poder" que Paulo usou nesse versículo origina-se da palavra grega dunamis. É a mesma palavra que Jesus usou em Atos 1:8: "Mas receberão poder [dunamis] quando o Espírito Santo descer sobre vocês, e serão minhas testemunhas em Jerusalém, em toda a Judéia e Samaria, e até os confins da terra". As palavras "dinâmico", "dínamo" e "dinamite" também derivam dessa palavra, dunamis.

Paulo estava dizendo que a própria mensagem do evangelho é a dinamite de Deus. É a dinâmica de Deus.

Às vezes subestimamos a pura força que o evangelho tem para atingir até mesmo o coração mais endurecido. Achamos que precisamos acrescentar, enfeitar e até complicar. Mas há uma força peculiar na simples mensagem da vida, das palavras, da morte e da ressurreição de Jesus Cristo.

Não subestime o apelo que o evangelho tem. Não se envergonhe da simplicidade dele. Não acrescente nem tire nada dele. Simplesmente proclame-o, dê um passo atrás e assista ao que Deus faz.

Como Paulo disse, "a mensagem da cruz é loucura para os que estão perecendo, mas para nós, que estamos sendo salvos, é o poder de Deus" (1 Coríntios 1:18).

O evangelho é uma mensagem simples, que nós cristãos ouvimos muitas e muitas vezes. Mas, nunca devemos subestimar o seu poder.

Nenhum comentário:

Postar um comentário