segunda-feira, 31 de março de 2014

A Chave Para a Santidade

"Que diremos então? Continuaremos pecando para que a graça aumente? De maneira nenhuma! Nós, os que morremos para o pecado, como podemos continuar vivendo nele?" (Romanos 6:1-2)

Infelizmente, há muitos crentes hoje em dia que vivem com a ideia errada de que precisam fazer algo para ganhar a aprovação de Deus.

Quando agem bem durante a semana, leem a Bíblia ou praticam boas obras, acham que Deus vai ficar satisfeito. Mas quando tem uma semana difícil, caem em tentação e pecam, acham que Deus não ficará satisfeito com eles.

Às vezes, acreditam até mesmo que não devem ir à igreja ou ler a Bíblia. "Por que se preocupar?" eles pensam. "Deus não está mesmo satisfeito comigo. Não tenho a sua atenção. Seria hipocrisia fazer isso."

Durante todo o tempo, eles não percebem que gozam do cuidado e do amor incondicional de Deus, independentemente do que fazem. E isto não significa uma licença para pecar. É apenas um incentivo para responder a Ele em amor.

Se, como crentes, podemos realmente nos apossar deste significado, sem que isso se torne uma licença para viver como quisermos; mas sim, um incentivo para servir ao Senhor e amá-Lo, então devemos mostrar gratidão para Aquele que nos ama incondicionalmente, do jeito como somos.
A compreensão dessa verdade pode revolucionar as nossas vidas.

No entender de algumas pessoas, viver de forma santificada é respeitar as regras - e isto lhes trará a salvação. Mas, viver na santidade (o que não somos capazes sequer de começar a fazer) não trará salvação. É a salvação que produzirá vida santa.
Se você realmente está salvo, isto resultará na mudança do seu estilo de vida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário