quinta-feira, 13 de fevereiro de 2014

Cuidado Com a Distração

"Sendo assim, não corro como quem corre sem alvo, e não luto como quem esmurra o ar." (1 Coríntios 9:26)

Nas competições e corridas do primeiro século, cada atleta era posicionado em uma faixa da pista. A ideia era que cada um deles se mantivesse em sua faixa, sem invadir a dos demais. Enquanto vivemos nossas vidas, nossa competição não é contra outros cristãos. Ao contrário, é contra os nossos inimigos: o mundo, a carne e o diabo. O objetivo não é vencer sendo mais rápido que o outro. O objetivo é vencer as más influências que podem nos derrubar.

Você pode querer justificar seu ritmo lento pelas outras pessoas que estão mais devagar que você. É verdade. Mas provavelmente há outras que estão a frente. Você não deve se preocupar com o fato de haver pessoas atrás ou a frente. Você deve simplesmente correr a sua própria corrida. Deus não lhe chamou para correr a corrida dos outros. Somos chamados para correr as nossas próprias corridas.

Um incidente na vida de Pedro ilustra essa verdade. Após ele se recuperar do episódio de ter negado a Cristo, Jesus disse a ele: "Siga-me." Então o Senhor contou-lhe como terminaria a sua vida. Enquanto eles caminhavam, Pedro notou outro discípulo, João, que estava caminhando logo atrás deles. Pedro perguntou: "Senhor, e quanto a ele?" (João 21:21). Jesus falou: "Se eu quiser que ele permaneça vivo até que eu volte, o que lhe importa? Siga-me você" (João 21:22). Em outras palavras, seria algo como: "Pedro, isso não é da sua conta. Apenas faça o que eu lhe digo".

Eu lhe pergunto: você tem colocado somente um pouco do seu coração na corrida da vida? Ou você tem corrido da melhor forma possível?

Nenhum comentário:

Postar um comentário