segunda-feira, 17 de fevereiro de 2014

Apenas Uma Coisa é Necessária

"Maria, sua irmã, ficou sentada aos pés do Senhor, ouvindo-lhe a palavra. Marta, porém, estava ocupada com muito serviço. E, aproximando-se dele, perguntou: 'Senhor, não te importas que minha irmã tenha me deixado sozinha com o serviço? Dize-lhe que me ajude!'" (Lucas 10:39-40)

Quando o Senhor andou por esse mundo, Ele não tinha nenhum lugar para chamar de casa (ver Mateus 8:20). Mas havia algo que ele gostava em uma casa em Betânia, onde um homem chamado Lázaro morava com suas duas irmãs, Maria e Marta. Talvez Marta fosse uma grande cozinheira. Talvez eles tenham sido anfitriões maravilhosos.

Maria e Marta eram bem diferentes. Maria era calma, do tipo contemplativa. Marta era assertiva, do tipo que pega o boi pelos chifres.

Um dia, Jesus veio até a casa delas. Marta pensou que seria uma boa ideia fazer-lhe uma refeição. Ela foi até a cozinha e começou a trabalhar. Enquanto isso, Maria pensou que seria uma grande oportunidade para se sentar aos pés de Jesus e ouvir o que Ele tinha a dizer. Como Maria estava sentada lá, só ouvindo, e Marta estava trabalhando freneticamente na cozinha, ela ficou frustrada porque Maria não lhe ajudava.

Finalmente, ela não pôde mais se conter. Saiu da cozinha e, olhando para Maria e Jesus, disse: "Senhor, não te importas que minha irmã tenha me deixado sozinha com o serviço? Dize-lhe que me ajude!" (Lucas 10:40) .

Jesus respondeu: "Marta! Marta! Você está preocupada e inquieta com muitas coisas; todavia apenas uma é necessária. Maria escolheu a boa parte, e esta não lhe será tirada". (Lucas 10:41-42).

Às vezes, temos a tendência de ocupar o nosso tempo com muitas atividades. Como Marta, às vezes oferecemos atividade em vez de adoração, trabalho em vez de apostolado e transpiração em vez de inspiração. Há um tempo para sentar e há um tempo para se mover.

Nenhum comentário:

Postar um comentário