terça-feira, 28 de janeiro de 2014

Uma Vida Transformada

"Todo aquele que nele tem esta esperança purifica-se a si mesmo, assim como ele é puro." (1 João 3:3)

Muitos cristãos concordam prontamente que Jesus Cristo voltará. Mas a questão é: se cremos nisso, o quanto isso deveria afetar a forma como vivemos? Deveríamos estar interessados em falar as grandes verdades da vida Cristã e em aplicá-las ao modo como vivemos. Tiago 5:8 diz: "Sejam também pacientes e fortaleçam o coração, pois a vinda do Senhor está próxima."

É importante lembrarmos que Deus não nos deu as profecias das Ecrituras para nos entretermos ou nos sentirmos atormentados. Ao invés disso, essas verdades nos foram dadas por uma série de boas razões. Uma delas é a de nos motivarmos à santificação e ao evangelismo ousado. A verdade a respeito do retorno iminente de Cristo, deveria fazer com que quiséssemos viver uma vida santa e isso deveria nos causar um efeito purificador. Ela deveria nos manter espiritualmente "com os pés no chão".

É interessante notar que quando Deus aponta os problemas espirituais de uma nação, Ele não aponta o dedo para o governo. Ele aponta o dedo para a igreja. Deus diz que quando uma nação está doente, é porque há um problema em Sua igreja. Mas Ele também nos diz como resolver esse problema: "E se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face e se converter dos seus maus caminhos, então eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra." (2 Crônicas 7:14)

A pergunta é: o quanto a proclamação do retorno de Cristo lhe afeta? Não se preocupe com o resto do mundo, nem mesmo com os seus amigos cristãos; mas, com o quanto essa verdade afeta você!

Nenhum comentário:

Postar um comentário