segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

O Prêmio Final

"Portanto nós também, pois que estamos rodeados de uma tão grande nuvem de testemunhas, deixemos todo o embaraço, e o pecado que tão de perto nos rodeia, e corramos com paciência a carreira que nos está proposta." (Hebreus 12:1

Quando eu era criança, tinha vária medalhas na parede do meu quarto pelas corridas em que havia participado, mas nenhuma delas era de "primeiro lugar." Elas tinham todas fitas roxa, que era a cor que representa "menção honrosa". Uma menção honrosa não é o primeiro, segundo, terceiro ou quarto lugar. Significa apenas: "ele também correu”. Em outras palavras: "Não queremos que ele se sinta mal, então vamos dar-lhe um prêmio de consolação."

É claro que todo o mundo quer alcançar o primeiro lugar. O que todo o mundo quer ganhar é a medalha de ouro, pois é aí que está o prestígio.

Mas deixe-me dizer-lhe uma coisa: estou correndo a corrida da vida e sei que um dia haverá uma recompensa no céu esperando por mim. Não vai ser por causa do quanto eu fiz, mas sim por causa do quanto eu fui fiel ao que Deus me chamou para atuar. O mesmo serve para você. Sua recompensa será medida pelo quanto você foi fiel ao que Deus lhe chamou.

Mas, é preciso que se diga que não devemos correr somente pela recompensa. Não se deve correr como se estivéssemos a competir com outras pessoas ou para marcar pontos. Esta corrida é para Jesus. Ele é que deveria ser o verdadeiro motivo de nossa corrida.

O apóstolo Paulo nos mostra o mesmo princípio em Filipenses 3:10: "Para conhecê-Lo, e à virtude da Sua ressurreição, e à comunicação de Suas aflições, sendo feito conforme à Sua morte." Paulo estava dizendo: "Esta é a razão pela qual estou fazendo isso, meu objetivo nessa corrida é conhecer a Jesus Cristo." Isso é o que importava para Paulo e é isso que também deve importar para nós.

Nenhum comentário:

Postar um comentário