sexta-feira, 8 de novembro de 2013

Atenção com Intenção

"A seguir Jesus acrescentou: 'Aquele que tem ouvidos para ouvir, ouça!'" (Marcos 4:9)

É possível ouvir a Palavra de Deus com os ouvidos, mas sem o coração. Jesus sabia que podemos muitas vezes ouvir sem entender. É por isso que ele dizia com frequência: "Aquele que tem ouvidos para ouvir, ouça!" Se fôssemos parafrasear em linguagem moderna, Jesus diria: "Prestem atenção ao que estou dizendo. Ouçam com cuidado o que lhes digo agora". Quem tem ouvidos para ouvir, ouça... É atenção com intenção.

Eu viajo bastante. Quando embarco num avião e sento em meu lugar, não presto lá muita atenção àqueles avisos de segurança que as comissárias de bordo sempre dão. Elas têm uma longa lista de informações para passar. Apontam as saídas, explicam onde estão os coletes salva-vidas e coisas desse tipo. Mas frequentemente não presto muita atenção. Ao invés disso, fico folheando uma revista. É que, como eu já escutei aquilo um montão de vezes, acho que não preciso mais prestar atenção.

Mas, se o avião decolasse e de repente o piloto anunciasse: "Estamos com uns problemas técnicos e a tripulação vai repassar o aviso de segurança com vocês" — garanto que eu iria prestar muita atenção. Por que? Porque minha vida estaria dependendo disso. Eu iria querer saber onde estão as saídas, quais os passos  que teria que tomar, etc. Eu iria querer sobreviver numa eventual emergência.

É exatamente assim que deveríamos ler a Palavra de Deus. Precisamos escutá-la com atenção. Atenção com intenção. É lê-la ou escutá-la com o desejo de aplicar em nossas próprias vidas aquilo que aprendemos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário