terça-feira, 13 de agosto de 2013

Um Lugar de Bênçãos

“Porque, tendo conhecido a Deus, não o glorificaram como Deus, nem lhe renderam graças, mas os seus pensamentos tornaram-se fúteis e os seus corações insensatos se obscureceram. Dizendo-se sábios, tornaram-se loucos.” (Romanos 1:21-22)

Apesar do amor de Deus por nós ser imerecido, incondicional e até mesmo não solicitado, é possível ficarmos em desarmonia com Ele. Manter-nos no amor de Deus, como Judas 1:21 nos exorta, não significa que devemos ser amáveis para com Deus, porque o pecado nos impede de fazer isto.

Estar no amor de Deus significa simplesmente manter-nos numa posição onde Deus possa nos mostrar ativamente o Seu amor por nós.

Tomemos o exemplo do filho pródigo. Ele se rebelou contra o seu pai, foi para uma terra distante e fez coisas que não deveria ter feito.
- Ele deixou de ser filho do seu pai? Claro que não.
- Mas ele estava num lugar onde o seu pai pudesse mostrar o seu amor ativamente por ele? Não, infelizmente ele não estava.

Outro exemplo foram as pessoas de Sodoma e Gomorra, que foram expostas à verdade da Palavra de Deus através da pregação de Abraão. Também foram expostas ao ministério de Melquisedeque e mesmo assim não permaneceram no amor de Deus.

Privilégios trazem grandes responsabilidades. Essas pessoas não tinham desculpa. Foram expostas a muitas coisas maravilhosas. Mesmo assim, caíram. Também podemos fazer a mesma coisa. Podemos ser filhos de Deus, mas se estivermos fora da comunhão com Ele e com o Seu povo, fazendo coisas que não devemos fazer, então não estaremos num lugar onde Deus possa demonstrar ativamente o seu amor por nós. Portanto, temos que nos manter num lugar onde Deus possa fazer isso.

Mantenha-se longe de tudo aquilo que Deus não gosta. Mantenha-se longe de qualquer influência que possa violar o Seu amor e trazer tristeza ao Seu coração.

Nenhum comentário:

Postar um comentário