quinta-feira, 15 de agosto de 2013

Promessas Falsas

"Essas pessoas vivem se queixando e são descontentes com a sua sorte, seguem os seus próprios desejos impuros; são cheias de si e adulam os outros por interesse. Todavia, amados, lembrem-se do que foi predito pelos apóstolos de nosso Senhor Jesus Cristo. Eles diziam a vocês: 'Nos últimos tempos haverá zombadores que seguirão os seus próprios desejos ímpios'" (Judas 1:16-18)

Uma característica comum dos falsos mestres é o oferecimento de falsas promessas. Eles prometem por exemplo, que Deus vai fazer prosperar com bênçãos múltiplas quem doar dinheiro, devolvendo a quantia e multiplicando-a. Essa mensagem é falsa. Nunca deveríamos doar com o objetivo de receber de volta.

Se eu doar uma quantia para a obra do Senhor com o objetivo dela ser multiplicada e depois retornar para mim mesmo, eu estarei usando uma motivação totalmente equivocada. Deus não vai me honrar por isso. Para este caso, a promessa é totalmente falsa.

Todos os fiéis deveriam doar regularmente dos recursos e rendas que Deus lhes dá. Mas, não dar esperando receber. A Bíblia diz que Deus ama a quem dá com alegria (ver 2 Coríntios 9:7). Damos por que já recebemos. Damos porque reconhecemos que tudo o que temos provém de Deus. Damos porque, investindo na obra do reino de Deus, queremos participar da recompensa eterna daquilo que Ele tem feito. Damos porque Deus mandou.

Judas escreveu sua epístola para refutar os que ensinavam que a graça de Deus dá às pessoas permissão de pecar. E Paulo escreveu em Romanos 3:8: "Por que não dizer como alguns caluniosamente afirmam que dizemos: 'Façamos o mal, para que nos venha o bem'? A condenação dos tais é merecida." Em outras palavras, há os que dizem: -"Pode-se fazer coisas más porque Deus vai abençoar-nos, uma vez que estamos cobertos pela graça."  Paulo quis dizer que essa é uma perversão do ensino da graça de Deus.

Nenhum comentário:

Postar um comentário