segunda-feira, 19 de agosto de 2013

O Nosso Consolador

"E eu pedirei ao Pai, e ele lhes dará outro Consolador para estar com vocês para sempre" (João 14:16)

Na noite em que Jesus foi traído, quando estavam no Cenáculo, os discípulos ficaram chateados e desanimados com o que Ele lhes disse sobre a Sua iminente traição e crucificação. Então Jesus compartilhou com eles algumas palavras de encorajamento. Falou-lhes pela primeira vez sobre o Espírito Santo: "Se vocês me amam, obedecerão aos meus mandamentos. E eu pedirei ao Pai e ele lhes dará outro Conselheiro para estar com vocês para sempre, o Espírito da verdade. O mundo não pode recebê-lo, porque não o vê nem o conhece. Mas vocês o conhecem, pois ele vive com vocês e estará em vocês. Não os deixarei órfãos; voltarei para vocês.” (João 14:15-18)

Acredito que as palavras de Jesus trouxeram conforto aos seus corações naquela noite. Ele estava dizendo-lhes: "Não vou deixá-los desamparados, sem ajuda. Rogarei ao Pai e Ele mandará alguém para consolá-los."

Durante os dias em que Jesus andou pela Terra, Ele sempre esteve disponível para o Seu povo. Eles poderiam chegar e até tocá-Lo. Se tivessem uma pergunta a fazer, poderiam perguntar-lhe livremente. Jesus sempre tinha tempo para os Seus. Eles podiam de fato se aproximar  dEle.

E Jesus disse aos Seus discípulos (e a todos os seus seguidores até hoje) que iria guiá-los e levá-los a um caminho totalmente novo, por meio do Espírito Santo.
Como cristãos, sabemos que o Espírito Santo está ativamente envolvido em nossas vidas, pois Ele é o Consolador que o próprio Jesus nos deu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário