quinta-feira, 4 de julho de 2013

O Resultado de Rebeldia

“E aos anjos que não conservaram suas posições de autoridade mas abandonaram sua própria morada, ele os tem guardado em trevas, presos com correntes eternas para o juízo do grande Dia.” (Judas 1:6)

Muitas vezes nos questionamos: -“Como um Deus de amor pode ter criado uma criatura tão má quanto Lúcifer?” A resposta para essa pergunta é que Deus não criou Lúcifer como o conhecemos hoje. Ele já foi inclusive um anjo de alto escalão e, de acordo com Ezequiel 28, ele foi o modelo da perfeição, cheio de sabedoria e beleza.

Então o que aconteceu? Qual foi, especificamente, o seu pecado? 

Foi que seu coração ficou cheio de orgulho por sua incrível beleza. Ele não estava mais satisfeito em adorar a Deus. Ao invés disso, ele queria - ele próprio - ser adorado. 

Então Lúcifer, que uma vez tinha sido um anjo de alto escalão, um lindo anjo de Deus, perdeu sua posição exaltada no céu. Lúcifer tornou-se então Satanás quando caiu aqui na terra. Lúcifer significa "estrela da manhã", algo que ele já foi no passado. Satanás significa acusador, o que ele é agora. E quando Satanás caiu, ele levou um terço dos anjos com ele, que agora estão em rebelião contra Deus.

É incrível pensar que anjos se voltaram contra Deus. Afinal, além da humanidade, quem tem maior privilégio que os anjos? Certamente foi-lhes dado um privilégio maravilhoso: ter acesso ao trono de Deus e se prostrar diante dEle. No entanto, houve uma grande rebelião angelical.

Aqui está o aviso para nós nos dias de hoje: até os anjos enfrentam julgamento porque se rebelaram contra Deus. Isto mostra-nos o perigo de pensarmos que podemos usar a graça de Deus como uma licença para pecar. A Bíblia nos adverte que não é só porque sabemos o que é certo e justo, só porque fomos ensinados na verdade, que somos incapazes de nos rebelarmos contra Deus. Os anjos se rebelaram e enfrentaram o julgamento de Deus. E se nos tornarmos rebeldes, também vamos enfrentar o Seu julgamento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário