quinta-feira, 25 de julho de 2013

Frutos do Espírito

“E, finalmente, o que foi semeado em boa terra: este é aquele que ouve a palavra e a entende, e dá uma colheita de cem, sessenta e trinta por um". (Mateus 13:23)

A metáfora de produzir frutos é muito usada nas escrituras. Nos Evangelhos Jesus contou a história de um semeador que saiu a semear. A semente caiu em vários tipos de solo. Um terreno era pedregoso e duro; outro era receptivo, mas as ervas daninhas sufocaram a semente. Mas havia uma porção de terra que não era rochosa e nem tinha ervas daninhas. Ali a semente criou raízes. Jesus disse que essa era uma parábola dos tipos de pessoas que ouvem o evangelho. Verdadeiros crentes são aqueles que criam raízes e dão fruto (veja em Lucas 8:4-15).

- O que significa dar frutos? Basicamente é tornar-se semelhante a Jesus. O fruto espiritual irá se manifestar em nossas vidas como uma mudança em nosso caráter e em nossas perspectivas. À medida em que passamos mais tempo com Jesus e o conhecemos melhor, os Seus pensamentos vão se tornando os nossos pensamentos, os Seus propósitos viram os nossos propósitos. Tornamo-nos cada vez mais parecidos com Jesus.

A Bíblia nos dá uma excelente descrição de como é uma vida cheia dos frutos do Espírito: "Mas o fruto do Espírito é amor, alegria, paz, paciência, amabilidade, bondade, fidelidade, mansidão e domínio próprio.” (Gálatas 5:22-23).

- É isso que os outros observam em sua vida? Se não for: ou você não conhece a Deus ou você não tem vivido em comunhão com Ele. Se for esse o caso, um compromisso ou uma renovação de compromisso com Ele seria interessante. Deus não nos pede uma vida perfeita; mas, estabelece que uma vida dedicada a Ele, tenha como principal característica a produção de frutos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário