quarta-feira, 12 de junho de 2013

Chamados Juntos

"Todos os que criam mantinham-se unidos e tinham tudo em comum." (Atos 2:44)

Não existe nada semelhante nesse mundo à comunhão cristã. Na igreja primitiva as pessoas louvavam e oravam juntas. Elas estudavam juntas as Escrituras, comiam, davam o dízimo e ofertas e repartiam o evangelho entre si. Ajudavam-se mututamente e ficavam juntas o tempo todo. Em resumo, elas amavam umas às outras.

A palavra grega que descreve esse fenômeno é "koinonia", geralmente traduzida por "comunhão". Mas também pode ser traduzida como: "fraternidade", "participação", "contribuição" e "partilha". Isso quer dizer que há alguma coisa maravilhosa e sobrenatural que as pessoas da igreja de Cristo experimentam. É o laço que temos no qual amamos uns aos outros.

Deus tem um propósito singular e um lugar para a igreja no mundo de hoje. Paulo nos diz que nós cristãos somos "os chamados para pertencer a Jesus Cristo" (ver Romanos 1:6). As pessoas de Deus são chamadas para sair de um sistema de um mundo que hostiliza os ensinamentos das Escrituras. Como Jesus disse, "vocês não são do mundo, mas eu os escolhi, tirando-os do mundo; por isso o mundo os odeia" (João 15:19).

Isso não quer dizer que tenhamos que nos isolar do mundo, pois Jesus disse: "Assim brilhe a luz de vocês diante dos homens, para que vejam as suas boas obras e glorifiquem ao Pai de vocês, que está nos céus" (Mateus 5:16).

É para sermos o sal e a luz nesta cultura. Mas ao mesmo tempo somos chamados para fora dela e advertidos de que não devemos amá-la. E não somos apenas chamados a sair do mundo. Somos chamados a sair juntos, como igreja.
Link para o texto original

Nenhum comentário:

Postar um comentário