quarta-feira, 1 de maio de 2013

Levado a Pregar

"Enquanto esperava por eles em Atenas, Paulo ficou profundamente indignado ao ver que a cidade estava cheia de ídolos." (Atos 17:16)

Talvez você veja na televisão alguma coisa ruim e perversa; ou, pode ser ainda que veja alguém falando besteiras sobre Deus. Talvez até você presencie uma situação onde as pessoas estejam se voltando para falsos deuses. E isso lhe entristece e lhe perturba profundamente...

O livro de Atos nos conta que quando Paulo chegou a Atenas, ficou triste ao ver a completa ausência do Deus vivo e, em Seu lugar, todos os substitutos possíveis e imagináveis. Atos 17:16 [Acf] diz que "o seu espírito se comovia em si mesmo". Outro modo de traduzir isso seria: "seu espírito ficou irritado"; ou: "Paulo ficou indignado"; ou ainda (meu preferido): "ficou furioso".

Isso não quer dizer apenas que ele perdeu a calma e ficou simplesmente injuriado. Aquela era uma indignação totalmente justa.

- E você? Você se entristece ao ver as gerações seguirem o mesmo caminho que conduz à destruição, engolirem as mesmas mentiras que a geração anterior engoliu? Isso lhe incomoda?

Esse é o resumo da questão: podemos ter quantas aulas quisermos de como compartilhar a nossa fé; podemos decorar um monte de versículos; podemos preparar-nos muito bem em todas as áreas bíblicas; mas se não tivermos o encargo dado por Deus de pregar aos descrentes, nada disso adiantará.

Paulo disse: "Ai de mim se não pregar o evangelho!" (1 Coríntios 9:16).
Mas alguns cristãos, se forem bem sinceros, dirão: "Ai de mim se tiver que pregar o evangelho!"
Precisamos pedir a Deus portanto, que mude os nossos corações.

Nenhum comentário:

Postar um comentário