terça-feira, 30 de abril de 2013

De Outro Mundo

"Disse Jesus: 'O meu Reino não é deste mundo. Se fosse, os meus servos lutariam para impedir que os judeus me prendessem. Mas agora o meu Reino não é daqui'." (João 18:36)

Muitas vezes os cristãos são mal interpretados. São tiradas conclusões erradas porque as pessoas nunca têm tempo para ouvir a mensagem do Evangelho com atenção e carinho. Jesus disse: "O meu Reino não é deste mundo. Se fosse, os meus servos lutariam para impedir que os judeus me prendessem. Mas agora o meu Reino não é daqui." (João 18:36)

Os primeiros cristãos foram insultados e criticados pelo que fizeram, sendo inclusive acusados de traição. Foram acusados até de defender a queda de César, quando na verdade não era nada disso. Os verdadeiros objetivos dos cristãos não eram compreendidos. Qualquer um que ouvisse com cuidado e atenção o que eles diziam, iria perceber que eles não buscavam estabelecer um reino convencional na terra. Eles não estavam tentando derrubar César ou mesmo Roma.

Os cristãos do primeiro século não tentaram derrotar o paganismo através da força bruta. Ao contrário, eles oraram muito e simplesmente compartilharam o seu modo de viver com os incrédulos. Suas armas foram positivas e não negativas. Eles oraram, pregaram e proclamaram a mensagem do Evangelho.

Como resultado, aqueles cristãos afetaram o mundo de uma forma muito intensa. E, no final das contas, eles acabaram se sobressaindo.
Se fizermos uma retrospectiva:
- Onde está Roma hoje? Já não é mais uma potência mundial.
- Ainda nos lembramos dos nomes dos grandes imperadores romanos? Da maioria deles, não.

Houve inúmeras tentativas de destruir a fé cristã ao longo da história. Mas todas elas sempre falharam; e, por uma razão muito simples: o cristianismo é Cristo. Ele vai prevalecer no final e estabelecerá o Seu Reino. E, porque estamos com Ele, também venceremos no final.
Link para o texto original

Nenhum comentário:

Postar um comentário