segunda-feira, 1 de abril de 2013

Cristãos Improváveis

"Quando chegou a Jerusalém, tentou reunir-se aos discípulos, mas todos estavam com medo dele, não acreditando que fosse realmente um discípulo." (Atos 9:26)

Talvez você conheça alguém que sequer possa imaginar como sendo um cristão. Uma daquelas pessoas que se esforçam para criticá-lo e envergonhá-lo. Parece  até que essa pessoa simplesmente vive para tornar sua vida uma droga e para atrapalhar sua caminhada na fé.

Quando eu passei a crer em Jesus, as pessoas simplesmente não podiam acreditar que aquilo era verdade. Eu mesmo inclusive,  jamais pensei que um dia me tornaria um cristão. Como eu não era do tipo "religioso", nunca me imaginei como um seguidor de Cristo e jamais poderia me imaginar um dia como um pregador.
Mas Deus tinha uma ideia diferente...

Multiplique isso por mil e você terá uma noção do quão inesperada foi a conversão de Saulo de Tarso. Saulo não apenas se esforçava para criticar os cristãos, mas os caçava como animais e os prendia. Ele inclusive estava envolvido na morte do primeiro mártir da igreja primitiva, um homem ousado e corajoso chamado Estevão.

A conversão de Saulo foi tão inesperada que muitos na igreja primitiva, simplesmente não acreditaram num primeiro momento. Foi algo tão absurdo que foi inicialmente recebida com muito ceticismo e desconfiança. No entanto, o mesmo homem que buscava a destruição do Cristianismo, logo em seguida passaria a dedicar a sua vida inteira à sua propagação. Ele serviu ao Senhor com a mesma energia - se não mais - que havia servido ao maligno.

Gostaria que mais pessoas se dedicassem ao Senhor com a mesma energia que um dia se dedicaram ao diabo. Se tivéssemos a mesma emoção, o mesmo fervor, a mesma dedicação para as coisas de Deus, então esse mundo seria um lugar muito diferente.
Link para o texto original

Nenhum comentário:

Postar um comentário