quarta-feira, 17 de abril de 2013

Achando as Ovelhas Perdidas

"[...] 'Alegrem-se comigo, pois encontrei minha ovelha perdida.'" (Lucas 15:6)

O diabo tentava impedir Jesus e os apóstolos de alcançarem uma pobre alma torturada: um homem possuído pelo demônio que morava entre os sepulcros. Jesus disse aos discípulos: "Vamos atravessar para o outro lado" (Marcos 4:35). Então eles embarcaram num barquinho e foram cruzar o Mar da Galiléia. De repente, caiu uma tempestade e as ondas batiam o barco de tal jeito que até aqueles pescadores mais experientes acharam que iam se afogar.

Mas Jesus não iria deixar que o detivessem. Ele explicou o por quê no Evangelho de Lucas, dizendo:

"Qual de vocês que, possuindo cem ovelhas, e perdendo uma, não deixa as noventa e nove no campo e vai atrás da ovelha perdida, até encontrá-la? E quando a encontra, coloca-a alegremente sobre os ombros e vai para casa. Ao chegar, reúne seus amigos e vizinhos e diz: ‘Alegrem-se comigo, pois encontrei minha ovelha perdida’" (Lucas 15:4-6).

O diabo está sempre em serviço. Não descansa nem durante o dia, nem durante a noite. Está sempre alerta. Ele quer destruir você e tornar a sua vida infeliz. Aquele homem atormentado era a ovelha atrás da qual Jesus queria ir. Jesus não ia permitir que as águas O impedissem de atingir o seu objetivo.

O diabo procurou deter Jesus, mas fracassou. E é sempre assim que acontece.
Link para o texto original

Nenhum comentário:

Postar um comentário