terça-feira, 4 de dezembro de 2012

Na Hora Certa

“Ele fez tudo apropriado a seu tempo. Também pôs no coração do homem o anseio pela eternidade; mesmo assim este não consegue compreender inteiramente o que Deus fez”. (Eclesiastes 3:11)

Você já lutou contra as promessas de Deus para a sua vida? Já teve a sensação de que não haveria um fim para a tempestade que estava enfrentando?

Às vezes, quando passamos por dificuldades, queremos somente saber: quando é que isso tudo vai passar? Quando é que esta nuvem de tempestade vai desaparecer? Quando as coisas voltarão a melhorar?

Isso me lembra Jesus e seus discípulos no Mar da Galileia, quando mandou-lhes ir na frente de barco para o outro lado. Quando eles estavam a caminho, uma enorme tempestade abateu-se sobre eles e foi ficando cada vez pior. Os discípulos começaram a se desesperar, com medo de perder as próprias vidas.

O Evangelho de Mateus nos diz que, durante a quarta vigília da noite Jesus dirigiu-se a eles (Mateus 14:25). A quarta vigília é a alta madrugada, pouco antes do amanhecer - o que significa que os discípulos tinham estado no mar lutando contra essa tempestade e tentando sair dela por oito longas horas seguidas. Então, quando a tempestade estava no seu auge, quando parecia que iria durar para sempre, Jesus veio até eles, caminhando sobre as águas.

Muitas vezes, Jesus virá até nós na quarta vigília da noite. Normalmente oramos: "Oh, Senhor, venha agora. Faça isso agora." Mas, o Senhor nos diz: "Espere. Estarei aí quando for a hora certa."

Uma das coisas que tenho aprendido nesses anos todos como cristão é que, juntamente com a Sua vontade, Deus tem o Seu tempo. Às vezes ficamos ansiosos. Às vezes, queremos que as coisas aconteçam um pouco mais rapidamente do que deveriam. Mas Deus tem o Seu próprio tempo. E Ele nunca se atrasa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário