terça-feira, 30 de outubro de 2012

Trancada por Dentro

"Entrem pela porta estreita, pois larga é a porta e amplo o caminho que leva à perdição, e são muitos os que entram por ela." (Mateus 7:13)

Havia um certo juiz conhecido como “Roberto Dureza”, porque ele usava de penalidades duras para aqueles que infringiam a lei. Um dia, seu filho foi preso por dirigir embriagado. A sala de audiências estava cheia de pessoas que queriam ver se “Roberto Dureza” seria consistente na forma como ele fazia justiça. Um silêncio caiu sobre a sala quando ele bateu o martelo e disse: "Culpado". Assim como sempre fez, ele tinha dado a mais dura pena.

Mas, então, o juiz largou o martelo, tirou o manto, e desceu de seu posto. Virou-se para a sala do tribunal e disse: "Como juiz, fiz o meu trabalho e cumpri a lei. Agora, como pai, vou pagar a multa por ele."

Deus, na Sua justiça, deu-nos o padrão: Quando pecamos, quebramos a lei de Deus e temos que enfrentar a pena. Mas o mesmo Deus enviou o Seu Filho para morrer na Cruz, ser torturado e morto para que a pena fosse paga. Deus disse: "Embora você seja o infrator e mereça a pena, eu te amo tanto que coloquei a pena sobre o Meu Filho. Ele pagou o preço. Se você vem a mim por fé, saiba que meu Filho morreu por você, e se você o seguir, então poderá se juntar a mim no céu."

No entanto, se você rejeitar a oferta da graça de Deus, se você rejeitar o Seu perdão, então você deve andar em seu próprio caminho. Porém, como C. S. Lewis disse: "[...] as portas do inferno estão trancadas pelo lado de dentro."

Nenhum comentário:

Postar um comentário