quarta-feira, 19 de setembro de 2012

Passando Tempo com as Pessoas

“[...] Tornei-me tudo para com todos, para de alguma forma salvar alguns.” (1 Coríntios 9:22

Quando se trata de compartilhar a nossa fé, às vezes, gastamos muito tempo buscando respostas para perguntas que as pessoas possam fazer. Mas nunca devemos falar sobre isso como robôs previamente programados. Seria muito melhor se, ao invés de apenas despejar informações, mostrássemos um pouco de compaixão, um pouco de amor. As pessoas sabem quando nos preocupamos com elas.

Essa é a beleza na forma como Jesus lidava com as pessoas. Ele passava tempo com elas. Claro que há circunstâncias em que não podemos sentar com alguém para conhecê-lo melhor. Mas se você tiver o luxo de dispor desse tempo, aproveite-o. Quando tiver oportunidade, tome tempo para falar com as pessoas. 

Quando viajo e sento-me ao lado de alguém no avião por cinco horas, não costumo puxar minha Bíblia e dizer: “Oi. Você acabou de se sentar ao lado de um pastor!” Ao invés disso, aos poucos pergunto sobre as pessoas e tento conhecê-las melhor. Normalmente elas acabam perguntando: “Você trabalha com o que?” Construir uma relação é muito importante.

Jesus, o mestre da Comunicação, serve de modelo para nós. Ele falou diretamente com o homem religioso, Nicodemos, que supostamente tinha todas as respostas. Ao invés de repreender a mulher no poço de seu pecado, Jesus recorreu à sua sede espiritual. Essa foi a estratégia do apóstolo Paulo, quando disse: “Para com os fracos tornei-me fraco, para ganhar os fracos. Tornei-me tudo para com todos, para de alguma forma salvar alguns.” (1 Coríntios 9:22)

É importante lembrar que Jesus buscou pessoas em amor. E nós devemos fazer o mesmo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário