sexta-feira, 17 de agosto de 2012

Tal Como Nós

"[...] A oração de um justo é poderosa e eficaz." (Tiago 5:16)

Quando lemos as palavras de Tiago 5:16, que diz que "A oração de um justo é poderosa e eficaz", poderíamos pensar: "Que tem isto comigo? Eu não sou uma pessoa justa."

Em um sentido geral, isto é verdade para todos nós, pois somos todos pecadores. Mas em outro sentido, aqueles dentre nós que colocaram sua fé em Cristo são justificados, porque Ele depositou a Sua justiça na nossa conta. E, sem dúvida, Seu crédito é bem aceito no banco do céu.

A Bíblia diz: "É, porém, por iniciativa dele que vocês estão em Cristo Jesus, o qual se tornou sabedoria de Deus para nós, isto é, justiça, santidade e redenção" (1 Coríntios 1:30). Cristo tornou-se a nossa justiça, e a oração eficaz, fervorosa de uma pessoa justa vale muito.

Tiago, em seguida, cita o exemplo de um homem justo que era muito admirado. "Elias era um homem com uma natureza como a nossa, e ele orou fervorosamente para que não chovesse e não choveu sobre a terra por três anos e seis meses e ele orou de novo, e o céu deu chuva, e a terra produziu o seu fruto "(versos 17-18).

Quando pensamos em Elias, muitas vezes lembramos das carruagens de fogo, milagres sendo realizados, e de como ele deteve a chuva com suas orações. Ele parecia quase sobre-humano. O que esquecemos é que, após sua grande disputa com os profetas de Baal no Monte Carmelo, ele fugiu quando ouviu que a rainha Jezabel estava tão indignada a ponto de matá-lo.

Ele era um homem como nós, com a mesma vulnerabilidade. Então, se Elias ainda podia ter fé em Deus para grandes coisas, certamente nós também podemos fazer o mesmo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário