sexta-feira, 31 de agosto de 2012

Nínive ou Nada!

"E Jonas obedeceu à palavra do Senhor e foi para Nínive. Era uma cidade muito grande; demorava-se três dias para percorrê-la." (Jonas 3:3)

Quando Deus disse a Jonas para ir pregar em Nínive ele pegou um navio que ia na direção oposta. Mas enquanto Jonas fugia de Deus, ele estava em um estado de total "miséria espiritual". E quando ele então foi engolido por um enorme peixe, lembrou de Deus (ver Jonas 2:7). Jonas sabia que precisava se voltar a Deus para fazer aquilo que Ele havia lhe ordenado.

Eu amo o que acontece em seguida: "A palavra do Senhor veio a Jonas pela segunda vez com esta ordem: 'Vá à grande cidade de Nínive e pregue contra ela a mensagem que eu vou dar a você.'" (Jonas 3:1-2). Observe as palavras: "pela segunda vez". O que Deus mandou Jonas fazer? Voltar a Nínive. Do que Jonas fugia? De Nínive. E quando Jonas se acertou com Deus, onde ele foi parar? Em Nínive. Era Nínive ou nada.

Cada um de nós, enquanto cristãos, podemos ter que enfrentar uma "Nínive" em nossas vidas. Pode haver um momento em que não gostaremos de algo na Bíblia. Deus pode nos direcionar de alguma forma que acabemos dizendo: "Não quero mesmo fazer isso que o Senhor quer que eu faça." Isso, de uma certa forma, é a nossa Nínive.

Quando Jonas obedeceu a ordem do Senhor, o povo de Nínive voltou-se para Deus. Eles creram em Deus, abandonando seus maus caminhos, e Deus os perdoou. Assim como você, eu também recebi as ordens de Jesus Cristo, que nos disse para ir ao mundo e pregar o Evangelho. A simples mensagem do Evangelho é dinâmica e tem um poder extraordinário. Não tenha medo de proclamá-la. Vá até Nínive, e veja como Deus irá agir.

Nenhum comentário:

Postar um comentário