quinta-feira, 19 de julho de 2012

Descendo

"Como é feliz aquele que não segue o conselho dos ímpios, não imita a conduta dos pecadores, nem se assenta na roda dos zombadores!" (Salmos 1:1)

Todos sabemos que Pedro negou ao Senhor. Mas foi aí onde ele realmente escorregou? De certo modo, sim, mas alguns passos conduziram a isso.

O primeiro passo de Pedro para a negação a Cristo e o fracasso espiritual foi a autoconfiança. Ele disse ao Senhor: "[...] nunca te negarei" (Mateus 26:35). Dizendo essas palavras, Pedro não apenas revelou uma infundada confiança em si mesmo, mas também contradisse a previsão de seu Senhor de que naquela noite ele O negaria junto com os outros discípulos.

O segundo passo na descida de Pedro foi o pecado de não orar. Isso foi, sem dúvida, resultado direto de sua autoconfiança. Jesus lhe determinou expressamente que ele orasse. Mas Pedro fez isso? Dormiu enquanto Jesus orava (ver Lucas 22:45).

O terceiro passo na descida de Pedro foi seguir o Senhor à distância (ver Lucas 22:54). Que quer dizer isso? Quer dizer: querer ser cristão, mas não querer viver a vida cristã como deve ser vivida.

O passo seguinte de Pedro foi aquecer-se no fogo do inimigo. Estava no lugar errado, com as pessoas erradas, e perto de fazer a coisa errada. As pessoas com quem você anda são as que influenciarão sua vida.

Então veio a negação de Pedro ao seu Senhor. Pedro tinha perdido a noção da realidade e, aparentemente, toda lembrança de Deus.

E, do mesmo modo, quando você perde a proximidade que há na comunhão com o Senhor e em andar com Ele, é só uma questão de tempo até que você procure algo ou alguém que tome o lugar dEle.

Nenhum comentário:

Postar um comentário