terça-feira, 5 de junho de 2012

Em Tudo dai Graças

"Alegrem-se sempre. Orem continuamente. Dêem graças em todas as circunstâncias, pois esta é a vontade de Deus para vocês em Cristo Jesus." (1 Tessalonicenses 5:16-18)

Podemos adorar a Deus e dar-lhe graças mesmo diante de circunstâncias difíceis. Podemos dar graças pelo fato de que Deus ainda está no comando. Podemos estar confiantes pelo fato de que Ele no fim das contas irá conduzir todas as coisas "[...] para o bem daqueles que o amam, dos que foram chamados de acordo com o seu propósito” (Romanos 8:28).

Lembram-se de quando Paulo e Silas foram presos por pregar o evangelho? Eles foram açoitados, jogados em uma prisão romana e foram acorrentados pelos pés. Lá estavam eles, acorrentados no escuro, num calabouço úmido e fedorento. Então o que eles fizeram? A Bíblia diz que à meia-noite, Paulo e Silas começaram a cantar louvores a Deus (veja Atos 16:22-25). Só um verdadeiro cristão pode fazer isso. Eles deram graças, porque Deus estava no controle.

Lembram-se de Jó? Em um terrível dia ele perdeu sua família, seus bens e sua saúde em questão de horas. Tudo se desfez. E quando tudo foi por água abaixo, o que Jó fez? Será que ele amaldiçoou a Deus? Não. A Bíblia diz que ele se curvou e adorou a Deus, dizendo: "Saí nu do ventre da minha mãe, e nu partirei. O Senhor o deu, o Senhor o levou; louvado seja o nome do Senhor" (Jó 1:21).

Não devemos adorar a Deus porque estamos de bom ânimo ou porque desejamos obter uma bênção. Não. Devemos adorá-lo apenas com o objetivo de exaltá-Lo, engrandecê-Lo e louvá-Lo por sua dignidade. Alegrai-vos n'Ele sempre!

Nenhum comentário:

Postar um comentário