quinta-feira, 7 de junho de 2012

Adorando a Deus à sua Maneira

"Então Maria pegou um frasco de nardo puro, que era um perfume caro, derramou-o sobre os pés de Jesus e os enxugou com os seus cabelos. E a casa encheu-se com a fragrância do perfume." (João 12:3)

Nós encontramos em João 12 uma história de verdadeira adoração, um momento em que Jesus era hóspede na casa de Lázaro, Maria e Marta. Quando Jesus estava sentado à mesa, Maria pegou um frasco de perfume caro (do valor de um ano inteiro de salário), partiu-o, ungiu os pés de Jesus com ele, e depois os enxugou com os seus cabelos. O cheiro do perfume encheu a sala.

Ela queria dar a Jesus algo que lhe era valioso e precioso. Ela queria mostrar ao Senhor seu compromisso com Ele. Assim, em completo desprendimento, ela quebrou o frasco. O ato de devoção de Maria nos mostra que a adoração tem custos.

Quando não estamos com vontade de adorar e o fazemos assim mesmo, estamos realizando um sacrifício de louvor. Deus o merece. Nós devemos isso a Ele. Contudo, muita gente costuma dar a Deus um louvor barato. Dar-Lhe as suas sobras.

Quando Davi comprou o campo de Araúna para ofertar a Deus, Araúna disse-lhe: "Considera-o teu! Que o meu rei e senhor faça dele o que desejar [...]" (1 Crônicas 21:23). Davi lhe respondeu: "Não! Faço questão de pagar o preço justo. Não darei ao Senhor aquilo que pertence a você, nem oferecerei um holocausto que não me custe nada" (1 Crônicas 21:24).

Muitos de nós não queremos dar ao Senhor o nosso melhor. Se você pensa dessa maneira, então não é um verdadeiro adorador, porque a adoração não é apenas aquilo que fazemos quando levantamos as mãos e vozes para Ele. Nós também adoramos através de nossas vidas. Adoramos através da forma como fazemos o nosso trabalho. Adoramos através da forma como doamos. Adoramos através de tudo o que fazemos, e quando fazemos tudo isso para a glória de Deus.

Nenhum comentário:

Postar um comentário