segunda-feira, 14 de maio de 2012

Onde Estão os Indícios?

"Assim como o corpo sem espírito está morto, também a fé sem obras está morta." (Tiago 2:26)

O Livro de Atos registra a história de um sujeito chamado Simão, que, com suas práticas cultuais, vinha desviando pessoas em Samaria. Mas, um dia, Filipe, seguidor de Cristo, apareceu e começou a fazer milagres pela mão de Deus. O povo largou Simão e começou a seguir o Deus que Filipe anunciava.

Simão viu que Jesus prejudicava seus negócios. Tinha de fazer algo. Lemos então que Simão creu e foi batizado (ver Atos 8:13). Mas parece que não foi conversão genuína, pois lemos depois que o apóstolo Pedro disse a Simão: "[...] O seu coração não é reto diante de Deus. Arrependa-se dessa maldade [...]" (Atos 8:21–22)

Isso nos mostra que se pode crer no poder de Deus, que Jesus Cristo é o Filho de Deus, que a Bíblia é a palavra de Deus, que Jesus vai voltar, e até ser batizado, sem conhecer realmente a Deus de um jeito pessoal.

Então crer significa o quê? A palavra "fé" é composta de duas letras: "F" e "É". A fé nos ajuda a ser o que cada um "É" espiritualmente. Mas expressa-se no que o cristão "FAZ". Ela é o que se FAZ e o que se É. Ponho minha fé em Cristo, mas aí tenho que vivê-la.

Alguém pode argumentar que exista conflito entre fé e obras, e até contrapor o ensino de Paulo ao ensino de Tiago, mas não é o caso. Tiago dirigia-se aos que se diziam crentes, mas não mostravam nenhum indício concreto disso em suas vidas. Ele dizia que se a fé for verdadeira, indícios visíveis existirão.
Link para o texto original

Nenhum comentário:

Postar um comentário