sábado, 12 de maio de 2012

O que as Mães Realmente Querem

Texto escrito por Cathe Laurie

O que eu quero para o Dia das Mães este ano não é muito. Na minha opinião, um buquê de flores perde seu perfume no ar, um vestido novo acabará pendurado no armário e depois sendo doado, e com isso você pode acabar perdendo o que as mães realmente querem.

Eu não acho que sou a única a pensar que esse dia foi sequestrado pelo comércio, por floriculturas e restaurantes. Mas não deixe que eles o pressionem a gastar mais do que você pode...

Aqui estão três presentes que eu acredito que não serão esquecidos:

1. Um cartão escrito à mão:
Nada de rimas bregas impressas. Em vez disso, um cartão que diga algo pessoal e que especifique porque você é grato por sua mãe. Aqueles cartões todos feitos à mão são os melhores!

Uma de minhas cartas favoritas, recebi de meu filho mais novo Jonathan. Christopher, meu filho 11 anos mais velho que Jonathan, era muito artístico e me deu alguns cartões surpreendentes ao longo dos anos. Seus cartões eram inteligentes e tinham desenhos únicos feitos por ele. Eu os adorava e valorizava cada um deles.

Mas em um dia das Mães, quando Jonathan era apenas um garotinho, eu abri um cartão que derreteu meu coração. E isso ainda acontece cada vez que olho para ele. Em grandes letras de forma, trêmulas e vacilantes, ele escreveu:

"FELIZ DIA DAS MÃES, MÃE!

EU SEI QUE MEU CARTÃO NÃO É TÃO BOM QUANTO OS DO CHRISTOPHER, MAS EU TENTEI DE VERDADE.

EU TE AMO, JONATHAN."

Foi impagável!

2. Um longo abraço:
É exatamente isso: um longo abraço. Vamos tomar a iniciativa! Eu quero sentir o seu coração no meu.

Minha mãe é uma grande "abraçadora-beijoqueira". Ela nunca entra na sala sem cumprimentar a todos com grandes abraços e beijos que fazem-nos sentir como se ela estivesse tentando inalar parte de nós.

Eu amo abraços assim. Nossos dois filhos são grandes "abraçadores" e essa é uma das minhas maiores alegrias.

3. Verbalizar seu amor:
Olhe-a nos olhos, demore alguns instantes, depois sorria e diga: "Eu te amo. Obrigado por ser minha mãe."

Estes são alguns pensamentos meus, do que acredito ser o presente perfeito para sua mãe.

E, finalmente, alguns conselhos para as mães no Dia das Mães:
Se você receber um cartão de Dia das Mães do seu filho, eu lhe encorajo a apreciá-lo. Guarde-o em um local seguro, onde você possa encontrar anos mais tarde para relê-lo. Esses cartões serão úteis durante os anos da adolescência dos seus filhos, quando você os amará, mas certamente terá muito mais atritos do que quando eles eram mais jovens.

Se você receber um abraço, envolva seus braços em torno de seus filhos e não os deixe ir. Segure-os por bastante tempo. E se você não receber um abraço deles, abrace-os mesmo assim.

Lembro-me de abraçar meu filho adolescente Christopher e dizer: "Eu sei que você pode não gostar muito de mim agora, mas eu nunca vou deixar de te amar!" Anos mais tarde, ele me agradeceu por aquelas palavras e abraços.

Se você pode ouvir a voz de seus filhos dizendo "Eu te amo", escute-a com o coração e deixe ela penetrar em você.

Então eu posso, em nome de todas as mães, dizer que é o maior privilégio do mundo ser mãe? Nós podemos suspirar, gemer e chorar às vezes, mas nada - nem um trabalho com alto salário ou uma célebre carreira - poderá pagar o que nós recebemos no longo prazo.

"A beleza é enganosa, e a formosura é passageira; mas a mulher que teme ao Senhor será elogiada." (Provérbios 31:30).

Feliz Dia das Mães!

Nenhum comentário:

Postar um comentário