quarta-feira, 23 de maio de 2012

A Finalidade da Oração

"Quando pedem, não recebem, pois pedem por motivos errados, para gastar em seus prazeres." (Tiago 4:3)

Por que oramos por certas coisas? Qual a finalidade da oração? Talvez se não pensássemos primeiro, se respondêssemos com a primeira coisa que nos viesse à mente, disséssemos que é para receber coisas de Deus.

Alguns então nos diriam que se especificamos algo e pedimos em nome de Jesus, Deus tem de nos dar. Mas isso é besteira. Isso distorce a finalidade da oração.

Resume-se tudo aos motivos da nossa oração. Quando Tiago adverte, "Quando pedem, não recebem, pois pedem por motivos errados, para gastar em seus prazeres" (Tiago 4:3), está dizendo: "Em razão de seu desejo de prazeres, em razão de sua obsessão consigo, até sua vida de oração é afetada." Se oro por algo e o motivo é errado, minha oração não será atendida.

Oração não é obter do Céu o que eu quero; oração é obter na Terra a vontade de Deus. Oração não é tentar convencer Deus a fazer o que eu quero; oração é um processo por que passo no qual conheço a vontade de Deus e vivo de acordo com ela.

Estou sugerindo que a vontade de Deus não atenderá a orações que fujam de Sua vontade? Sim. Isso quer dizer que Deus nos vai inspirar acerca do que pedir e que é por isso mesmo que temos de orar? Numa palavra: sim. Deus quer que nos alinhemos a Ele e que oremos pelas coisas que dão glória ao Seu nome. E quando começarmos a orar assim, começaremos a ver nossas orações respondidas afirmativamente.

3 comentários:

  1. Boa Tarde!!!
    Quem é o autor desta reflexão?

    ResponderExcluir
  2. Olá Kaleb! O autor desta reflexão é o pastor estadunidense Greg Laurie (veja: http://www.devocionaisdiarios.com/2010/12/post-inaugural.html).
    Um fraterno abraço!

    ResponderExcluir