quarta-feira, 21 de março de 2012

Perdoai os Nossos Devedores

"Sejam bondosos e compassivos uns para com os outros, perdoando-se mutuamente, assim como Deus perdoou vocês em Cristo." (Efésios 4:32)

Jesus ensinou que o generoso e constante perdão dos nossos pecados deve ser o resultado natural de nossa compreensão do perdão que Deus estendeu a nós. Pessoas perdoadas devem perdoar pessoas.

Na oração do Pai Nosso Jesus nos ensinou a orar: "Perdoa as nossas dívidas, assim como perdoamos aos nossos devedores." (Mateus 6:12). Ele estava dizendo: "Assim como você recebe o perdão de Deus pelo mal que fez, não se esqueça de estender esse mesmo perdão para os outros que tenham feito mal a você." Uma coisa está ligada à outra.

Isso é importante porque muitas vezes buscamos encontrar algo perfeito. Queremos o marido perfeito, a esposa perfeita, a igreja perfeita, os amigos perfeitos, os filhos perfeitos. Mas não encontramos a perfeição, porque as pessoas que esperamos serem perfeitas são como nós. Elas são falhas. Nós todos somos. Temos de reconhecer que pecamos e que as pessoas também pecam contra nós. Devemos perdoá-las como nós fomos perdoados. O apóstolo Paulo escreveu: "Sejam bondosos e compassivos uns para com os outros, perdoando-se mutuamente, assim como Deus perdoou vocês em Cristo." (Efésios 4:32).

Certa vez um homem disse ao grande pregador John Wesley: "Eu nunca perdoo e nunca esqueço." Wesley respondeu, dizendo: "Bem, senhor, eu espero então que você nunca peque."

Você está disposto a ser julgado da mesma forma como julga os outros? "Eu nunca perdoo e nunca esqueço". Estou tão feliz que Deus não me trata dessa maneira. Ele está disposto a perdoar e a esquecer. E nós também devemos estar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário