terça-feira, 10 de janeiro de 2012

Ídolos Inesperados

"Jesus disse isso para indicar o tipo de morte com a qual Pedro iria glorificar a Deus. E então lhe disse: 'Siga-me!'" (João 21:19)

Pode ter havido alguém que Deus usou em sua vida, talvez um pastor, um professor, um parente ou amigo, que tenha tido uma influência dramática sobre você. Então um dia você descobre que esta pessoa é humana e, como tal, também comete erros. Você fica arrasado. Talvez pense: "Se uma pessoa assim cometeu um erro, então eu não serei um cristão."

Mas deixe-me perguntar: quem você está seguindo? Se você está pronto para abandonar a sua fé porque alguém que você admira pisou na bola, isso me leva a crer que você não está adorando ao Senhor, mas transformou uma pessoa em seu deus. Outras pessoas podem exercer influência sobre nós, mas elas vão falhar agora e depois, porque todos falharemos num momento ou em outro.

Podemos também criar um deus por tradição. Quando os israelitas estavam se rebelando contra Deus, Ele os julgou enviando serpentes venenosas para o seu meio. Então Ele instruiu Moisés para fazer uma serpente de bronze e colocá-la em um poste. Aqueles que fossem mordidos pelas serpentes olhavam para a serpente de bronze e eram curados. Mas anos depois, eles acabaram adorando a imagem da serpente enrolada em torno do poste, e o rei Ezequias teve que destruí-la (veja 2 Reis 18:4). Algo que tinha sido legitimamente usado por Deus tornou-se um ídolo.

Às vezes, pensamos que somente coisas ruins podem tornar-se ídolos, mas ídolos podem ser coisas boas que colocamos em um lugar impróprio em nossas vidas. Você pode fazer uma coisa boa para um ídolo que pode, eventualmente, ficar no caminho do Senhor. Por isso que precisamos ter cuidado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário