segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

Coberto e Protegido

"Acaso não puseste uma cerca em volta dele, da família dele e de tudo o que ele possui? [...]" (Jó 1:10)

O livro de Jó oferece um olhar interessante, de bastidores, sobre o que o inimigo pode e o que não pode fazer na vida de um crente. Apesar de Deus descrever Jó como um homem íntegro e justo, Ele permitiu que o inimigo mandasse provações e adversidades para a vida de Jó. Por essa história vemos que o inimigo, apesar de seu poder e de seus planos perversos, precisa de permissão quando se trata dos filhos de Deus, por causa do Seu escudo protetor.

Em João 10:7, Jesus diz “Digo-lhes a verdade: Eu sou a porta das ovelhas.”. Naquele tempo, um pastor fazia um cercado chamado redil, uma espécie de curral de ovelhas, onde as mantinha à noite. Mas ao invés de ter uma porta com dobradiças para proteger as ovelhas e mantê-las dentro e os predadores fora, o próprio pastor dormia na abertura do redil. Qualquer predador que quisesse matar as ovelhas teria antes que passar pelo pastor. Da mesma forma, quando o inimigo vem bater na porta de um crente, ele tem que passar por Jesus primeiro.

É disso que temos que nos lembrar – o inimigo não pode fazer o que quiser com a vida de um Cristão. Ele tem que pedir permissão. O Senhor deu permissão e colocou algumas restrições ao que o inimigo podia fazer na vida de Jó. E apesar de Jó ter sofrido muito, ele superou aquelas dificuldades, e Deus o abençoou ainda mais depois.

Quando passamos por grandes provações e dificuldades, temos que lembrar que o Senhor está vendo. Ele ainda está nos protegendo. Ele pode permitir certas tentações, ele pode permitir algumas dificuldades, mas ele conhece o nosso limite. E cada movimento do inimigo deve antes ter uma permissão do escudo protetor de Jesus.

Um comentário:

  1. Que linda mensagem de conforto e de fortaleza para nossas almas. obrigadoo senhor jesus

    ResponderExcluir