quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

Um Amor que Prevalece

"Se alguém vem a mim e ama o seu pai, sua mãe, sua mulher, seus filhos, seus irmãos e irmãs, e até sua própria vida mais do que a mim, não pode ser meu discípulo." (Lucas 14:26)

Se um dia acontecer a maior paixão de sua vida entrar em conflito com a cruz de Cristo, o seu amor por Cristo terá que prevalecer.

Um bom exemplo de como o amor a Deus deve ser maior e mais forte do que o nosso amor a outras pessoas está na vida de Abraão. Deus disse a Abraão que ele teria um filho, mas como isso estava demorando muito, Abraão decidiu resolver as coisas do seu próprio jeito e teve um filho com a serva de Sara, a quem colocou o nome de Ismael. No entanto, isso não cumpriu o plano que Deus tinha para ele. Não era para ser desse jeito.

Então, em seus anos de velhice, Abraão e Sara tiveram finalmente um filho, a quem chamaram de Isaque (que significa "riso"). Deus tinha dito a Abraão que sua descendência seria como a areia do mar e as estrelas do céu. Abraão sabia que era através de seu filho Isaque que isso iria se concretizar.

Porém, um dia Deus disse a Abraão para tomar Isaque, levá-lo à terra de Moriá e oferece-lo ali em sacrifício (ver Gênesis 22). É claro que no final Deus acabou poupando a vida de Isaque. Ele nunca teve a intenção de tirar-lhe a vida. Deus estava apenas testando o comprometimento de Abraão.

O primeiro mandamento que Deus nos dá é: “Ame-Me acima de todas as coisas. Comparativamente, poderíamos dizer que, se formos verdadeiramente seus discípulos, o nosso amor pelos outros deverá parecer tão pequeno em comparação ao amor por Deus que poderá ser classificado até mesmo como ódio." O seu amor por Deus hoje é assim?

Talvez precisemos oferecer o nosso Isaque ao Senhor (e cada um de nós tem o seu Isaque, não é mesmo?). E, quando fizermos isso, sabe o que Deus fará? Ele dirá: “eu só estava testando você!” Agora sim, vou lhe abençoar. A partir disso, talvez Deus faça com você muito mais do que você havia planejado para si mesmo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário