quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Ordens de Ação

"Portanto, vão e façam discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo, ensinando-os a obedecer a tudo o que eu lhes ordenei. E eu estarei sempre com vocês, até o fim dos tempos". (Mateus 28:19-20)

Antes de podermos efetivamente obedecer a ordem de Jesus de "fazer discípulos de todas as nações", é preciso primeiro nos tornarmos seus discípulos. Somente após termos cumprido este pré-requisito estaremos aptos a fazer outros discípulos.

No entanto, existem duas coisas importantes a serem observadas. Em primeiro lugar, no idioma original, esta passagem de Mateus 28 não é uma sugestão. É uma ordem dada a cada cristão. É por isso que nós a chamamos de "A Grande Comissão" (grande incumbência), e não de "A Grande Sugestão". É algo que o nosso Comandante Supremo ordenou que fizéssemos. E essas palavras não eram apenas dirigidas aos doze apóstolos, tampouco àqueles que poderíamos classificar hoje como profissionais da fé, ou membros do clero. Essas palavras são dirigidas a todos os seguidores de Jesus. Todos nós temos que cumpri-las.

Se eu sou um discípulo de Jesus, então eu tenho que fazer discípulos. E se eu não estou fazendo discípulos, então eu mesmo não tenho sido o discípulo que Ele espera que eu fosse. Deixe-me enfatizar uma coisa: Deus nunca nos pede para fazer algo que Ele próprio não nos capacite a fazer. O chamado de Deus é a mesma coisa que a “habilitação de Deus”. Se Jesus nos ordenou para fazermos discípulos, então podemos ter certeza que Ele nos capacitará para essa tarefa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário