terça-feira, 27 de dezembro de 2011

Não Podemos Todos Conviver bem uns com os Outros?

"A outro disse: 'Siga-me'. Mas o homem respondeu: 'Senhor, deixa-me ir primeiro sepultar meu pai'." (Lucas 9:59)

Em Lucas 9, lemos que quando Jesus chamou um homem para segui-Lo, Ele recebeu uma resposta interessante. "Senhor, deixa-me ir primeiro sepultar meu pai ", disse o homem.

Jesus respondeu: "Deixe que os mortos sepultem os seus próprios mortos; você, porém, vá e proclame o Reino de Deus" (v. 60). Nossa primeira reação poderia ser: "Que instrução cruel! O pai desse sujeito está estirado morto em algum lugar." É claro que não era o caso. A frase: "Deixe-me enterrar meu pai", era usada frequentemente naquela cultura no sentido de esperar até que seus pais morressem. Este homem estava dizendo, em outras palavras: "Deixe-me esperar meus pais falecerem primeiro. Eu não posso fazer isso agora."

Jesus estava dizendo: "Siga-me", mas este homem estava dizendo, "Eu não quero agora." Por quê? Talvez ele pensasse que se dissesse a seus pais que iria seguir a Jesus como seu Messias eles não iriam gostar. Pode haver conflito. Pode haver atrito. Talvez ele possa ter dito: "Senhor, não quero conflito, sofrimento, ou atrito. Eu te seguirei em outro momento, quando for mais conveniente."

Se decidirmos ser verdadeiros discípulos de Jesus, isso irá causar conflitos em alguns dos nossos relacionamentos. Se você diz para seus pais, marido ou esposa, ou alguns de seus amigos: "Eu vou seguir a Cristo", eles nem sempre aplaudirão sua decisão. Eles podem discordar de você.

Como resultado disso temos: Ou você vai ter harmonia com Deus e atrito com as pessoas, ou terá harmonia com as pessoas e atrito com Deus. Você não pode ter as duas coisas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário