quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Uma Consciência Culpada

"Arrependam-se, pois, e voltem-se para Deus, para que os seus pecados sejam cancelados" (Atos 3:19)

Muitas pessoas hoje em dia sentem-se culpadas por uma simples razão: elas são culpadas. A Bíblia diz que somos todos culpados diante de um Deus santo. E todo o aconselhamento psicológico do mundo não pode aliviar uma consciência culpada. Podemos fingir que não estamos nem aí ou até encontrarmos alguém para colocar a culpa pelos nossos problemas, mas a única maneira efetiva de remover a culpa é chegar-se à raiz do problema, que claramente é o pecado.

Há um monte de pessoas hoje em dia com a consciência culpada. Arthur Conan Doyle (autor das histórias de Sherlock Holmes) descobriu isso de uma maneira bem peculiar. Um dia ele decidiu fazer uma brincadeira com 12 de seus amigos. Enviou-lhes uma mensagem que dizia: "Fuja depressa. Foi tudo descoberto." Dentro de 24 horas, todos os seus 12 amigos haviam deixado o país. Isto é que é ter uma consciência culpada. Foi apenas uma brincadeira. Nada fora realmente descoberto, mas essas pessoas se sentiam tão culpadas de algo que saíram do país o mais rápido que puderam.

A culpa, no entanto, pode atuar como um sistema de alerta de Deus para nos previnir contra algum problema. Quando estou prestes a fazer algo errado, a culpa me cutuca e diz: "Pare! Sinal vermelho! Não prossiga! Isso é ruim." A culpa está lá para nos lembrar que estamos passando dos limites e que não devemos ir adiante.

- Você tem uma consciência culpada? Talvez Deus esteja tentando lhe dizer algo. Talvez você deva prestar mais atenção à sua consciência. E então você poderá ser tranquilizado pela presença do Senhor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário