quarta-feira, 16 de novembro de 2011

Toda a Verdade

"Porque se a mensagem transmitida por anjos provou a sua firmeza, e toda transgressão e desobediência recebeu a devida punição, como escaparemos nós, se negligenciarmos tão grande salvação [...]?" (Hebreus 2: 2-3)

Um médico uma vez chamou um de seus pacientes até seu consultório e disse: "Tenho boas e más notícias."

O paciente perguntou: "Qual é a boa notícia?"

O médico respondeu: "Você tem apenas três semanas de vida."

"Essa é a boa notícia? Então qual é a má?", perguntou o paciente.

"Eu devia ter lhe dito isso duas semanas atrás. Esqueci. Sinto muito."

Como as pessoas podem apreciar a boa notícia do amor de Deus e do perdão em Jesus Cristo se não entenderem as más notícias sobre o pecado e o julgamento? Algumas pessoas apresentam o evangelho como se Jesus fosse algum tipo de aditivo na vida: "Aceite Jesus e seus dentes ficarão mais brancos, sua roupa ficará mais limpa e sua vida será melhor. Tudo vai ser ótimo". Existem algumas verdades nisso. É verdade que Jesus fará algumas dessas coisas.

Mas o problema está na pessoa que diz: "Você sabe de uma coisa? Você era uma pessoa miserável, mas percebo que a fé em Jesus lhe fez uma pessoa mais feliz, e estou contente por você ter encontrado Deus. Mas eu não sou tão miserável com você era e estou muito feliz com as coisas como estão."

Veja. Não se trata apenas de estar mais ou menos feliz, mais ou menos realizado. Trata-se de um julgamento ao qual você certamente deverá se submeter se rejeitar a oferta do perdão de Deus através de Jesus Cristo. Trata-se de não ir para o inferno. Não queremos dizer estas coisas, porque podem ser ofensivas. Sim, podem, mas só serão ofensivas o suficiente para alguém começar a pensar sobre sua vida.

Se não transmitimos toda a verdade do evangelho, então não proclamamos o evangelho. Tratam-se de boas e más notícias. Antes de podermos apreciar a boa notícia sobre o perdão, precisamos conhecer a má notícia sobre o julgamento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário