quinta-feira, 3 de novembro de 2011

Cristãos Disfarçados

"Se alguém se envergonhar de mim e das minhas palavras nesta geração adúltera e pecadora, o Filho do homem se envergonhará dele quando vier na glória de seu Pai com os santos anjos". (Marcos 8:38)

Quando Elias encontrou o servo do rei, Obadias, depois de 3 anos de férias, Elias estava pronto.

Obadias, no entanto, não. A Escritura nos diz que ele "temia muito ao Senhor" (1 Reis 18:3). Também lemos que, quando Jezabel estava matando os profetas, Obadias escondeu cem deles (v.13). Mas mesmo sendo ele um crente, parecia faltar nele a espinha dorsal; caso contrário ele não teria servido na corte de Acabe. Ele servira ao rei mais perverso da história de Israel.

Obadias tinha ouvido e visto grandes atrocidades contra os servos de Deus, mas ele ainda não havia falado por medo de perder sua posição ou sua cabeça. O testemunho de Obadias foi tão fraco que ele em nada impediu as atrocidades de Acabe. Em alguns aspectos, ele era cúmplice de Acabe e Jezabel em seus maus caminhos.

Lembre-se, o nosso silêncio pode implicar consentimento e apoio às ações para as quais realmente nos opomos. Se você ver algo errado e não falar, outros podem interpretar seu silêncio como uma aprovação. Pense em como Elias obedeceu instantaneamente e declarou com firmeza a vontade de Deus. Esse é o caminho que você precisa tomar.

Precisamos de mais Elias e menos Obadias. Os Obadias podem acreditar, pois eles temem ao Senhor, mas não defendem o que é certo. Estão com medo da perseguição. Não querem ser ridicularizados, têm medo da rejeição. Então eles tentam voar sob o radar - "cristãos disfarçados". Precisamos de mais pessoas que apoiem o Senhor da mesma forma que Elias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário