quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Sem Férias Espiritual

"Na primavera, época em que os reis saíam para a guerra, Davi enviou para a batalha Joabe com seus oficiais e todo o exército de Israel; e eles derrotaram os amonitas e cercaram Rabá. Mas Davi permaneceu em Jerusalém." (2 Samuel 11:1)

Conforme o tempo passava e a vida seguia, Davi estava indo tão bem que pensou poder relaxar um pouco, tomar um fôlego, descansar. Achou que não tinha que prosseguir com o máximo empenho. Ele ficou desleixado.
Tudo começou com um olhar lascivo e terminou com um escândalo nacional. Embora o pecado tenha durado apenas alguns minutos, suas repercussões duraram o resto de sua vida.

Estou falando da história de Davi e Bate-Seba, é claro. Este pecado foi muito devastador para a vida de Davi. Você pode até pensar que ele nunca iria sobreviver à queda que teve em sua vida. Surpreendentemente, ele conseguiu. Apesar de lançar sobre a sua vida uma sombra da qual nunca se recuperou totalmente.

Não vamos esquecer como os detalhes são sórdidos. Davi ainda era um homem segundo o coração de Deus. De modo algum isso justifica o que ele fez, mas devemos nos lembrar de Davi era um homem piedoso que cometeu um grande erro. (Que, por sinal, poderia acontecer a qualquer um de nós. Se Davi tinha um potencial de queda no pecado como este, então você e eu podemos cair bem.)

Não há férias na batalha espiritual. Eu gostaria que houvesse, gostaria que pudéssemos relaxar por um mês ou algo assim, mas a vida cristã não é um parque de diversões, é um campo de batalha. No momento em que você começa a desacelerar ou relaxar seu controle espiritual, começará a ter sérios problemas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário